Reticências. (...)


A maior virtude do ser humano é ele reconhecer seus erros e repara-los. Ser capaz de abrir mão de algo não é uma tarefa fácil e poucos são aptos a isso.  Afinal você está abrindo mão de uma suposta felicidade. 

 Abrir mão significa amar.

Só quem abre mão de algo sabe a dor e o preço que ela paga por fazer essa difícil escolha. Estaria essa pessoa sacrificando-se por nada?! 

Erro é calar-se quando era pra ter falado. Mesmo que o que viesse a ser pronunciado doesse na alma, ela queria palavras e não silencio. E apenas o que obteve foram reticências.  (omissão de algo que podia ser escrito, mas que não foi).

(...)